quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Isso é que é ser "IMORTAL": 650 anos de magistério

Quem me passou a dica foi a Ana Helena Tavares, ex-estagiária do Jornal Laboratório da Facha.

Minha filha fez o comentário: "Ué! Mas ela não é imortal?!".

Deu hoje no Globo.

Tipo de erro cruel: quem iria imaginar que haveria um erro desses numa notinha? Pois é. Mas acontece. E não pode acontecer. Alguém foi gozado hoje no Globo.

4 comentários:

Alexandre Sobral R. Horta disse...

Calma PC,

você ainda chegará nos seus 650 anos de magistério!
rsrsrsrs

pc guimarães disse...

Falta pouco.

Mari♥ disse...

Hahahahahaha, isso é que é imortalidade!

Beijos!

Mari♥ disse...

Aliáaaaaaas, como já cantaria SandyeJunior: "o que é imortal não morre no final". Dura, pelo menos, umas 65 décadas...