segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Tenho que manter a minha fama de mau


Fui pro meio do paraíso de Visconde de Mauá, com a primeira-dama do Blog, descansar dessa difícil vida fácil. Levei Erasmo para ler. Não o Erasmo de Rotterdam, mas o simples Erasmo do Roberto e da Jovem Guarda. Livrinho de leitura fácil para as horas incertas. Fico imaginando aqueles malas acadêmicas que vêm aqui e não assumem, indignados, e pensando: "Livro do Erasmo Carlos!!!". Desculpem a expressão chula, mas caguei. Tenho que manter a minha fama de mau.

2 comentários:

Jannaina Costa disse...

Ah, PC. Quem te conhece sabe que de mau vc não tem nda. Um boa praça, um cara super gente boa. Foi um prazer ser sua aluna. Vou sentir saudades!!

pc guimarães disse...

Obrigado, Jannaina. Meus alunos é que são boas praças e gentis. Minha expressão na foto não esconde: sou muito mau. Que nem o Tremendão (rs).