quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Sobre repórteres e entrevistas, Ruy Castro



Deu hoje na Folha. Essa é especial para a Mari, que está sempre prestigiando o blog com comentários e sugestões.

2 comentários:

Mari disse...

Oba! Obrigada! Ler Ruy Castro é sempre um prazer... Garantia de risada e reflexão.

Esse lance das entrevistas é muito louco, mesmo. E a palavra "louco" acaba me remetendo a uma pessoa que é a síntese das "perguntas-emendadas-umas-nas-outras": Fasto Silva! Ô loco, meu! É o avesso do avesso do avesso, mas não dá pra negar: tem gente seguindo a cartilha - O Jô Soares é um deles.

Já entre os mortais, trocentos repórteres têm feito isso. Perguntas que são praticamente uma teoria... Isso acaba até intimidando o entrevistado, que tende a ser monossilábico (se ainda sobrar espacinho, ainda por cima!)

Agora, "delírio verbivocovisual" parece até coisa do "Bonequinho viu" que pegou o bonde da poesia concreta andando... hehehehehehehe

Mudando de prosa: adorei a capa do JL... Estou ansiosa para lê-lo!!

pc guimarães disse...

Sua matéria vai fazer "su". Quem será a blogueira misteriosa? (rs)