quinta-feira, 4 de junho de 2009

Como cobrir grandes tragédias - 2: "Jornalista não pode chorar?", Martha Mendonça

A dica foi passada por minha ex-aluna Sheila. Bingo! Vale a pena clicar:

5 comentários:

Racso disse...

Jorrnalista pode chorar, sim, bem como pode rir, pode ser indiferente, até sarcastico, mesmo que moderadamente durante o exercio da profissão, afinal de contas o (a) jornalista é um ser humano como outro qualquer, mas nao deve esquecer que o entrevistado é o foco. Fora do horario do expediente pode tudo e na dosagem que quiser...

pc guimarães disse...

Boa, garoto!

Anônimo disse...

Lembra da entrevista da Fátima Bernerdes, para o JN, quando do epsódio do menino morto pela PM na Tijuca??? A emoção, a flor da pele,
mas o foco na notícia.

pc guimarães disse...

Perfeito.

Anônimo disse...

Perfeito? E eu não sou nem estudante de comunicação,nem Jornalista. Será que eu devia fazer?