segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Foi assim que nasceu a "Violada no auditório"




Sérgio Ricardo, o homem que quebrou o violão e atirou na platéia, é capa hoje da "Ilustrada" da Folha. Fala de seu novo cd, aos 76 anos. Mas conta também a história que ficou famosa e deu origem a um dos mais interessantes títulos da história do Jornalismo: "Violada no auditório".

Promoção blog do professor pc: veja a foto, assista ao vídeo e leia trecho da matéria.

Violão
Curiosamente, não foi o regime militar que calou sua voz no momento mais notório de sua carreira. Na final do 3º Festival da Record, em 1967, o público o vaiou durante toda a interpretação de "Beto Bom de Bola", queimando o assumido pavio curto de Sérgio e o levando a, descontrolado, gritar "Vocês ganharam!", quebrar o violão e atirá-lo na platéia (a cena pode ser vista no YouTube). "O violão quebrado não atrapalhou em nada minha carreira. Orgulho-me do gesto, principalmente por ter ocorrido no momento certo. O que me atrapalha é a perseguição do jargão oriundo do gesto: "o homem que quebrou o violão". Mas, depois de tantos anos, já está abrandando a curiosidade geral", acredita.

3 comentários:

lotto tickets disse...

For us when we visit some blog site our main objective is to ensure that we will be entertained with this blog.

Lonely Paul disse...

Hello

pc guimarães disse...

Thanks, friends. But I speak english, but not very well. Do you read in portuguese?